Codfish & Cyanide

Dezembro 28, 2015 13:05
Mais curtas
0
Views
   

Para terminar bem 2015, o Curta & Meia apresenta outra curta de David Gesslbauer, de quem já mostrámos o belíssimo (Null) (2013), que poderão ver (ou rever) no nosso site. Desta vez, trazemo-vos Codfish & Cyanide (2013), uma curta completamente diferente, mas unida à anterior por um forte desejo de criar cinema apesar de (ou graças a) fortes limitações.

Nessa curta anterior, David Gesslbauer conseguira contar uma história cativante sem nunca fazer mais que sugerir a ação através de um pequeno “buraco” no meio do ecrã. O que não diminui o seu feito nesta: contar duas histórias sem sair de um só sítio, sendo o sítio escolhido dos menos dramáticos que se possa imaginar – uma mesa de restaurante, à la My Dinner With Andre (1981). Mas o que começa por parecer apenas a simples história da jovem (Merle Collet) que fica pendurada à espera do rapaz (Nils Malten), complica-se seriamente quando ele finalmente aparece, cheio de feridas e com a roupa toda rasgada, comportando-se como se não tivesse acontecido nada. Por insistência da rapariga, ele começa a contar o que se passou, mas a sua história parece demasiado absurda para ser real. E eis que quando parece que a curta já está a acabar, vem o twist. E depois outro – e mais outro – e ainda outro.

Codfish & Cyanide é daquelas curtas que nos recorda daquilo que já sabemos, mas que é fácil esquecer: que não são precisos grandes meios, grandes cenários e grandes movimentos de câmara para fazer um bom filme. Com um bom argumento, bom trabalho dos atores, e um bom ritmo, não é surpresa que a curta não seja uma estreante no circuito online: foi exibida em sites como One Small Window, Film Shortage, Short Attention Span e Short of the Week, e é com prazer que a apresentamos agora no Curta & Meia, para terminar o ano em cheio.

José Pedro
Sobre o autor do artigo
- Estudante de Cinema e Audiovisual. Crítico de cinema e músico amador.