The Paris Quintet in Practice Makes Perfect

Setembro 22, 2015 00:20
Mais curtas
61
Views
   

The Paris Quintet, uma curta comédia sobre cinco homens que vivem juntos no mesmo, pequeno, apartamento.

Benjamin Schuetze, não é um estranho na arte cinematográfica. Um homem de mil e uma funções já trabalhou como realizador, produtor, cinematógrafo compositor, editor, argumentista, no departamento de som e como ator em várias curtas, entre as quais “Damian and Ende”, “The Paris Quintet” (2011) e “Peach Juice” (2012).

Foi nomeado para Best Short, Best Direction in a Short Drama e Best Cinematography in a Short nos Leo Awards e ainda, no mesmo festival, ganhou o Best Musical Score in a Short em 2011. Ganhou também no Whistler Film Festival o Best Canadian ShortWork Award entre outros. Fez parte da selecção oficial de bastantes festivais.

A fantástica química existente entre os atores, deve-se ao facto de se conhecerem há bastante tempo e terem feito parte do mesmo grupo de teatro.

Com Paris sendo um tema central na curta, cinco homens vivem juntos num pequeno T1, onde coordenam tudo o que fazem como um só, desde as harmonias vocais até à higiene pessoal. Entre rotinas de yoga e conversas de encorajamento vemos a sua rotina matinal. Vestidos como siameses, de fato e gravata, formam o Quinteto de Paris. A curta mostra-nos uma relação dinâmica e simbiótica entre estes senhores, diferente de qualquer relação entre amigos que possa existir hoje. Sem clarificação se existe algum laço familiar entre eles, partilham o mesmo desejo e juntos descrevem as suas aventuras, numa espécie de diário escrito numa antiga máquina de escrever. Concentram toda a sua energia e vontade de vingar na vida, não em emprego ou trabalho mas sim em conquistar uma parisiense que, por acaso, vive no mesmo bairro. No fim da curta, numa inesperada reviravolta, descobre-se que afinal Paris é o objetivo destes cinco amigos. As histórias que escrevem sobre as suas aventuras na bela cidade do amor, não passa disso, não passam de histórias inventadas e aperfeiçoadas entre eles, e que morarem em Paris e apaixonarem-se lá por uma bela mulher, são os seus maiores desejos.

A prática leva à perfeição.

Débora Martins
Sobre o autor do artigo
- Cozinheira amadora a tirar licenciatura em Cinema. Amante de qualquer género de arte e criadora da filosofia do Hoje é amanhã.