The Nostalgist

Agosto 23, 2016 15:25
Mais curtas
0
Views
   

The Nostalgist é daquelas curtas-metragens que parecem vindas diretamente de Hollywood. O calibre de produção e pós-produção é fantástico, e não foi exatamente fácil de o atingir. Foram precisos 45 profissionais em Londres para 7 dias de gravações em 2013. A pós-produção foi igualmente intensiva. Foi completada apenas em Maio de 2014, pela Inky Mind. Foi suportada por uma campanha Kickstarter de sucesso, angariando mais de £32,000. Depois de vermos a curta, torna-se evidente para onde foi todo esse financiamento.

Poderão reconhecer Lambert Wilson, que entrou no filme “The Matrix Reloaded” e “The Matrix Revolutions” no papel de Merovingian.

Merovingian

A enredo é baseado na história de Daniel H. Wilson. O diretor Giacomo Cimini agarra nesta história e projeta-a nos ecrãs e nasce o projeto “The Nostalgist”. Achei curioso como Wilson classifica o estilo desta curta: “pinnocchiopunk“. Para os menos atentos, está é uma palavra nascida da fusão entre steampunk e pinnocchio. O mais engraçado é que a descrição é perfeita. Lembram-se da história do pinóquio? Peguem nela, juntem umas valentes pitadas de Sci-Fi e steampunk. Nasce The Nostalgist. Servir bem quente.

Em rigor, a história vai mais além do que pinóquio. O tema “realidade virtual” está bem presente, por exemplo, neste caso no sentido de “escape à realidade”. Apesar de em 2013 ainda não ter havido o grande “boom” da VR, a curta encontra-se agora bastante atual. Os equipamentos VR têm explodido nos media e são alvos de grandes investimentos na atualidade.

Convido-vos também a investirem um pouco do vosso tempo nesta curta. Quanto a mim foram os melhores 17 minutos investidos nesta semana. Fiquemos com as perguntas que o próprio Cimini nos coloca:

“A vida de todo o ser humano é uma coleção de memórias. Podemos enganar-nos a nós mesmos fingindo que algo nunca aconteceu? Podemos aliviar-nos do peso do passado através da sensação de nostalgia? Estas para mim são as duas principais questões levantadas pela história de Daniel. Estas são as questões que me levaram a adaptar a história como uma curta-metragem. Questões que são agora ainda mais relevantes com a revolução no VR que acontece enquanto falo.”

Sobre o autor do artigo
- Músico, compositor e licenciado em informática mas acima de tudo um curioso amante de todas as formas de expressão, vulgarmente chamadas de "arte".