Cargo

Junho 3, 2014 19:15
Mais curtas
347
Views
   

O australiano Daniel Foeldes apresenta “Cargo”, uma mistura inédita onde o drama e apocalipse zombie estão em perfeita comunhão.

A primeira impressão ao ver “Cargo” é “mais uma história de zombies”. Mas não se deixem enganar. Daniel Foeldes e a sua originalidade tornam “Cargo” numa história completamente fora do comum.

A curta-metragem começa com um acidente de viação. A imagem turva torna-se nítida à medida que o personagem principal recupera a consciência. Pouco tempo depois o motivo do acidente torna-se claro: a condutora do veículo, esposa do personagem principal, teria sido infetada e perdido os sentidos durante a condução. O personagem rapidamente se apressa para colocar a sua filha bebé a salvo.

A personagem é imediatamente confrontada com o principal problema da história. O pai teria sido mordido pela sua esposa, e seria uma questão de tempo até se transformar em zombie. Com a sua filha ao colo, o problema parecia não ter solução. No entanto, o seu amor de pai colocou-se em primeiro plano, e permitiu engenhar uma forma de salvar a sua filha. Colocando a sua filha nas costas, preparando previamente a sua transformação, acabou por conseguir levar a sua bebé a porto seguro.

“Cargo” não é na realidade um filme de terror. Trata-se mais de um conto muito especial e emocionante sobre sobrevivência. Quando um filme de zombies se demonstra inovador nos tempos de hoje, é um sinal que está bem realizado.

A curta-metragem foi finalista do Tropfest Australia 2013 e conta já com dezenas de apresentações em festivais um pouco por todo o mundo, inclusive no festival realizado na Madeira – Madeira Micro International Film Festival 2013.

Sobre o autor do artigo
- Músico, compositor e licenciado em informática mas acima de tudo um curioso amante de todas as formas de expressão, vulgarmente chamadas de "arte".