2 Minutter

Abril 8, 2015 01:22
Mais curtas
219
Views
   

Devido à sua pureza, as crianças só podem ser genuinamente boas ou genuinamente malvadas? Como descobrir qual a natureza das ações das crianças, quando as mesmas podem facilmente ter duplas interpretações?

Quebrar o seu próprio record de tempo sem respirar debaixo de água, é o objetivo do primeiro personagem que nos é apresentado. Numa casa de banho, com a banheira cheia de água, tentando calmamente levar este objetivo a cabo, esta personagem é interrompida por um outro rapaz. Este parece, a início, apenas querer fazer o outro sair de dentro de água. A questão relativamente a esta curta-metragem é a natureza das ações que este perpetra.
O tema invulgar deste filme intriga o espetador e torna imprevisível o plot point. A uma banda sonora extremamente simples, composta por sons escolhidos a dedo e música minimalista, acompanha perfeitamente a composição simbólica da parte imagética do filme. A inocência, a tensão, a provocação, são retratados com enquadramentos fechados e planos de pormenor. Compensando esta ideia a cima expressa, as cores pouco saturadas e os tons cinza, verde água e azul claro servem o seu propósito com distinção. Esta curta  de Jacob Tschernia, constitui um trabalho consistente e com uma relação muito bem conseguida entre história, imagem e som.

A índole da conduta e do comportamento alheio é e será sempre uma incógnita. Quando falamos de crianças, esta incerteza não deixa de ser ainda mais intrigante. 2 Minutter oferece os meios, o espetador oferecerá as conclusões.

Elsa Pacheco Ribeiro
Sobre o autor do artigo
- Estudante de Cinema na Universidade da Beira Interior. Guitarrista entusiasta, retratista e leitora compulsiva. Nutre uma leve obsessão por Rodin e motos antigas.